G-FG9MB5SYCC
web design templates




Displasia do desenvolvimento do quadril

DISPLASIA DO DESENVOLVIMENTO DO QUADRIL

É uma alteração do formato do encaixe do quadril que geralmente é encontrada já ao nascimento, mas que pode ocorrer dentro dos primeiros meses de vida, que inclui:
- luxação do quadril – onde a cabeça do fêmur está fora do acetábulo.
- instabilidade do quadril – onde a cabeça do fêmur pode ser colocada e retirada do acetábulo através de manobras específicas no exame físico.
- displasia do quadril – onde a cabeça do fêmur encontra-se dentro do acetábulo, mas este  não possui um formato/profundidade adequados.

Displasia quadril - Dra. Ana Paula Tedesco - Caxias do Sul/POA-RS

PRINCIPAIS FATORES DE RISCO

- bebê em posição pélvica na gestação(sentada).
- sexo feminino.
- primeiro bebê.
- histórico familiar de displasia do desenvolvimento do quadril.


DIAGNÓSTICO PRECOCE

- exame físico.
- ultrassonografia dos quadris.

TRATAMENTO 

Depende da idade no diagnóstico. Até o quinto mês de vida, geralmente é através do uso do suspensório de Pavlik. A utilização correta do suspensório de Pavlik no tratamento desta entidade costuma ter sucesso na grande maioria dos casos. Nos casos em que o resultado do uso do suspensório não foi satisfatório ou em casos de diagnóstico após os 5 – 6 meses de vida,  existe indicação de redução (colocação na posição adequada) do quadril sob anestesia, seguido do uso de gesso.  
Casos diagnosticados após os 18 meses de idade podem necessitar de tratamento cirúrgico.

SUSPENSÓRIO DE PAVLIK

Mobirise

O suspensório mantém as pernas do bebê na melhor posição de encaixe  do quadril, a fim de estabilizá-lo. Ele é ajustado por baixo da roupa, por cima apenas de uma camiseta.  

Inicialmente o uso é por 24 h, sem tirar para o banho. O bebê deve ser checado semanalmente, para reajustes no suspensório. Geralmente a duração do tratamento é de 6 a 12 semanas, dependendo da idade do início do tratamento e da evolução.    

Mais para o final do tratamento haverá liberação de horas sem o suspensório.  

O suspensório restringe um pouco os movimentos, mas isso é necessário para a estabilidade do quadril ser alcançada.  

O uso é indolor, apesar o bebê “reclamar” um pouco quando primeiro recebe  o suspensório. É importante não retirá-lo nem alterar o posicionamento das tiras

Fale comigo

INSCREVA-SE E RECEBA NOVIDADES

ACOMPANHE NOSSAS REDES SOCIAIS

Rua Gal. Arcy da Rocha Nóbrega, 401/601 - Caxias do Sul - RS
CEP: 95040 000 - (54) 3228.6393 - Marcação de Consultas: (54) 9.9266.7253
Av. Soledade, 569 - Petrópolis - Torre alfa - sala 1012
CEP: 90470-340 - (51) 3378.9801

© Copyright 2021 - Dra. Ana Paula Tedesco - Todos os direitos reservados.